segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Campeonato Mineiro 1971

Em pé: Neco, Pedro Paulo, Piazza, Perfumo, Fontana e Raul. Agachados: Roberto Batata, Zé Carlos, Tostão, Dirceu Lopes e Lima

Henrique Ribeiro

CAMPEONATO MINEIRO 1971

Campanha do Cruzeiro
Turno
14/03 - Cruzeiro 0 x 0 Flamengo, de Varginha
20/03 - Cruzeiro 5 x 2 Atlético Três Corações
25/03 - Cruzeiro 3 x 1 Valério
27/03 - Cruzeiro 2 x 0 Villa Nova
03/04 - Cruzeiro 4 x 1 Fluminense, de Araguari
07/04 - Cruzeiro 1 x 0 Uberlândia
14/04 - Cruzeiro 1 x 0 Cassimiro de Abreu, de Montes Claros
18/04 - Cruzeiro 1 x 1 América
22/04 - Cruzeiro 3 x 0 Uberaba
25/04 - Cruzeiro 2 x 2 Tupi
02/05 - Cruzeiro 0 x 1 Cam
Returno
08/05 - Cruzeiro 4 x 0 Flamengo
14/05 - Cruzeiro 3 x 0 Atlético Três Corações
16/05 - Cruzeiro 2 x 0 Valério
19/05 - Cruzeiro 1 x 0 Villa Nova
22/05 - Cruzeiro 2 x 1 Fluminense
30/05 - Cruzeiro 1 x 0 Uberlândia
06/06 - Cruzeiro 3 x 0 Cassimiro de Abreu
10/06 - Cruzeiro 1 x 1 América
13/06 - Cruzeiro 2 x 0 Uberaba
20/06 - Cruzeiro 4 x 0 Tupi
27/06 - Cruzeiro 0 x 1 Cam
*Todos os jogos foram disputados no Mineirão, devido a tabela dirigida.

Classificação: 1º America (campeão); 2º Cruzeiro; 3º Cam; 4º Uberlandia; 5º Valerio; 6º Tupi; 7º Uberaba; 8º Atletico TC; 9º Villa Nova; 10º Fluminense; 11º Flamengo; 12º Cassimiro de Abreu
*os seis primeiros colocados garantiram a classificação para o Campeonato Mineiro de 1972
Artilheiro Máximo: Jair Bala (America) com 14 gols

Fórmula de disputa
Turno e Returno. Classificação definida no sistema de pontos corridos.

Critérios de participação:
Os 6 primeiros classificados do Campeonato de 1970, mais outros 6 classificados pelo Torneio Eliminatório de 1971

Sistema 4-2-4
Raul (Hélio), Pedro Paulo, Perfumo, Fontana e Neco; Toninho e Spencer; Gil (Roberto Batata), Palhinha, João Ribeiro (Dirceu Lopes) e Rodrigues (Lima). Técnico: João Crispim (10), Ilton Chaves (12)

Quem jogou
Pedro Paulo 22
Spencer 17
Toninho 16
Palhinha 14
Dirceu Lopes, Gil e João Ribeiro 12
Fontana, Hélio, Lima, Perfumo, Raul, Roberto Batata e Rodrigues 11
Gilberto, Mendes, Miro, Neco e Neiriberto 10
Evaldo 8
Eduardo 7
Darci, Tostão e Zé Carlos 6
Vanderlei 4
Piazza 3
Geraldo Galvão 2
Dirceu Batista, Emerson, Lauro, Mario Tito, Moraes e Vicente 1

Quem marcou gols
João Ribeiro 9
Dirceu Lopes e Spencer 6
Gilberto 5
Lima, Palhinha e Roberto Batata 4
Rodrigues 3
Eduardo, Gil, Pedro Paulo e Toninho 1

Divisão Extra
Em 1971, a divisão extra teve 26 clubes. Ficou definido que o Campeonato Mineiro de 1971 seria disputado pelos seis primeiros colocados do Estadual de 1970, mais outros quatro classificados num torneio eliminatório que envolveria os 20 times restantes. No entanto, cinco clubes desistiram da disputa do Eliminatório, que acabou tendo 15 participantes.

Torneio Eliminatório
O Eliminatório foi disputado entre os meses de janeiro e março. Os 15 participantes foram divididos em quatro chaves. Os primeiros colocados de cada chave garantiram a classificação para o Estadual. Cassimiro de Abreu, Tupi, Flamengo e Fluminense, foram os primeiros colocados das chaves A, B, C e D.

Aumento no número de clubes
Em 9 de março, o Conselho Divisional decidiu aumentar de 10 para 12 o número de participantes do Estadual. O Uberaba, segundo colocado da chave D, foi indicado por ter disputado o único grupo com 5 equipes. A chave D teve quatro equipes, e as chaves B e C apenas três cada. O Atletico TC, segundo colocado do Grupo C, decidiu a última vaga contra o Nacional de Muriaé, segundo colocado do Grupo B. O jogo foi em 13 de março, no Estádio do Tupynambas, em Juiz de Fora. O Atlético TC venceu por 2 a 1.

Tabela dirigida mantida
O conselho divisional decidiu manter o sistema da "tabela dirigida" no Campeonato da Divisão Extra. A “tabela dirigida” consistia na escolha dos dois jogos principais de cada rodada que deveriam ser disputados no estádio de maior capacidade - o Mineirão. Para a escolha dos jogos 1 e 2 somava-se os pontos dos duelistas da rodada. O duelo que somasse o maior número de pontos seria o jogo 1 e o segundo maior o jogo 2. No caso de empate, adotava-se a soma de gols. Persistindo o empate os jogos 1 e 2 eram apontados em sorteio. Nas quatro primeiras rodadas do Campeonato de 1971, a pontuação final do campeonato de 1970 foi considerada. Quando duas equipes do interior jogarem entre si e tiverem classificados como 1 e 2, os jogos obedecerão o mando de campo fixado na tabela (Diario da Tarde, 23/04/1965).

Time reserva no turno
A diretoria cruzeirense decidiu escalar os reservas no deficitário Campeonato Mineiro, enquanto os titulares disputavam amistosos no exterior em troca de rentáveis cachês em dólar para compensar os prejuízos do caixa no primeiro semestre. O Cruzeiro tinha no plantel quatro campeões mundiais pela Seleção Brasileira, Tostão, Piazza, Fontana e Brito, e isto o promovia a uma atração a nivel internacional no mesmo nível de Santos, Palmeiras e Botafogo. Os clubes do interior protestaram e não concordaram com a medida da diretoria cruzeirense, pois a escalação do quadro reserva representaria baixas arrecadações nos jogos pelo estadual.

Cruzeiro Exportação
O ministro da Fazenda, Delfim Netto, adotou o lema "exportar é a solução" para incentivar a economia do país. O presidente Felício Brandi levou ao pé da letra o slogan do governo e resolveu promover o produto do Cruzeiro no exterior. Assim foi criado o Cruzeiro Exportação. Enquanto os reservas disputavam o Campeonato Estadual, o time principal se apresentou no Uruguai, Argentina, Bolivia, Colombia, Peru, Costa Rica, Honduras, Guatemala, El Salvador e Panamá. O time faturou dólares

Cruzeiro obrigado a voltar ao Brasil
Quando estava no Panama, em 17 de abril, o time cruzeirense recebeu uma ordem do Conselho Nacional do Desporto-CND para retornar ao Brasil para disputar o Campeonato Mineiro com o time principal. O órgão, que era ligado ao governo federal, ameaçou suspender a participação do clube no Campeonato Brasileiro, caso não atendesse a ordem. Corrigidos os valores para o dólar atual, o Cruzeiro faturou 256 mil dólares nos 16 amistosos pelo exterior. Convertidos para a frágil moeda brasileira da época, seriam necessários dois estaduais inteiros para atingir esta receita.

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Campeonato Mineiro 1970

Em pé: Vanderlei, Fontana, Pedro Paulo, Piazza, Mario Tito e Raul; Agachados: Natal, Zé Carlos, Tostão, Dirceu Lopes e Rodrigues.

Carlos Henrique

CAMPEONATO MINEIRO 1970

Campanha do Cruzeiro
Turno
28/06 - Cruzeiro 5 x 2 Uberlândia (Mineirão)
01/07 - Cruzeiro 3 x 0 Valério (Mineirão)
04/07 - Cruzeiro 1 x 0 Flamengo (Mineirão)
09/07 - Cruzeiro 0 x 0 Atlético Três Corações (Mineirão)
12/07 - Cruzeiro 1 x 2 América (Mineirão)
15/07 - Cruzeiro 1 x 0 Uberaba (Boulanger Pucci, Uberaba)
18/07 - Cruzeiro 2 x 2 Villa Nova (Mineirão)
22/07 - Cruzeiro 5 x 0 Tupi (Mineirão)
26/07 - Cruzeiro 1 x 1 Fluminense (Sebastião César, Araguari)
29/07 - Cruzeiro 5 x 0 Sport (Mineirão)
02/08 - Cruzeiro 1 x 2 atletico (Mineirão)
Returno
05/08 - Cruzeiro 1 x 0 Uberlândia (Mineirão)
08/08 - Cruzeiro 2 x 1 Valério (Mineirão)
13/08 - Cruzeiro 3 x 1 Flamengo (Mineirão)
15/08 - Cruzeiro 2 x 0 Atlético Três Corações (Mineirão)
19/08 - Cruzeiro 1 x 2 América (Mineirão)
22/08 - Cruzeiro 2 x 0 Uberaba (Mineirão)
26/08 - Cruzeiro 2 x 1 Villa Nova (Mineirão)
30/08 - Cruzeiro 1 x 0 Tupi (Salles de Oliveira, Juiz de Fora)
13/09 - Cruzeiro 4 x 0 Fluminense (Mineirão)
16/09 - Cruzeiro 1 x 2 Sport (Mineirão)
20/09 - Cruzeiro 1 x 1 Atlético (Mineirão)
*O Cruzeiro perdeu os pontos do empate contra o Atlético, pela última rodada, pela escalação irregular do zagueiro Brito. Os jogos contra o Villa Nova foram acordados para serem disputados no Mineirão. Os mandos de campo contra o Valerio, Atletico TC e Sport, no turno, e contra o Uberlandia e o Flamengo, no returno, foram invertidos para o Mineirão, devido a tabela dirigida.

Classificação: 1º Cam (campeão); 2º Cruzeiro; 3º America; 4º Uberlândia; 5º Villa Nova; 6º Valerio; 7º Sport; 8º Flamengo; 9º Atletico TC; 10º Uberaba; 11º Tupi; 12º Fluminense
*os seis primeiros colocados garantiram a classificação para o Campeonato Mineiro de 1971
Artilheiro Máximo: Dario (cam) com 16 gols

Fórmula de disputa
Turno e Returno. Classificação definida no sistema de pontos corridos.

Critérios de participação:
Classificados no Torneio Eliminatório: Uberlândia, Fluminense (Araguari), Valério, Sport (Juiz de Fora), Flamengo (Varginha), Atlético Três Corações, Uberaba e Tupi. Por "direito adquirido" pelo tempo que disputavam a Divisão Extra: America, atletico, Cruzeiro e Villa Nova.

Sistema 4-2-4
Raul (Nêgo), Pedro Paulo, Mario Tito (Raul Fernandes), Fontana e Vanderlei (Neco); Piazza (Zé Carlos) e Dirceu Lopes; Natal, Tostão, Evaldo e Rodrigues. Técnico: Gérson (18), Ilton Chaves (2), Filpo Nuñes (2)

Quem jogou
Dirceu Lopes e Natal 17
Mario Tito 15
Evaldo e Zé Carlos 14
Raul Fernandes 13
Fontana e Rodrigues 12
Neco, Nêgo, Piazza e Vanderlei 11
Pedro Paulo e Tostão 10
Palhinha e Raul 9
Darci, Gilberto, Hilton Oliveira e Lauro 8
Eduardo 7
Moraes 6
Dirceu Batista, Ferreira, Gil, João Ribeiro, Spencer e Toninho 5
Emerson e Tonho 2
Alfredo, Breno e (Brito) 1
*Brito jogou sem estar inscrito no Campeonato

Quem marcou gols
Tostão 9
Dirceu Lopes 8
Evaldo e Zé Carlos 4
Palhinha 3
Gil, Gilberto, João Ribeiro, Natal, Piazza e Rodrigues 2
Eduardo, Ferreira e Raul Fernandes 1
Gol contra: Dema (Fluminense) e Fifi (Sport) 1

Divisão Extra com 24 clubes
Em 1970, a divisão extra deveria ter 24 clubes. Além dos 16 que pertenceram a divisão em 1969, mais 8 clubes foram promovidos através de um campeonato da divisão de acesso em 1969. Foram eles: Flamengo (Varginha), Fluminense (Araguari), Acesita, Caldense, Cassimiro de Abreu, Nacional (Uberaba), Paraense e Sport (Juiz de Fora).

Campeonato somente após a Copa
Com a decisão da Confederação Brasileira do Desporto-CBD de que os campeonatos estaduais somente deveriam iniciar, após a disputa da Copa do Mundo, para não interferir nos preparativos da Seleção Brasileira, e de se encerrarem antes do início do Campeonato Brasileiro em setembro, a FMF foi obrigada a enxugar o Campeonato Mineiro. Assim, o número de participantes foi diminuído de 16 para 10 clubes.

Torneio Eliminatório
America, Atlético, Cruzeiro e Villa Nova estavam confirmados no Campeonato Mineiro por "direito adquirido", ou seja, por estarem disputando o Campeonato há mais tempo. Os outros 20 clubes da divisão extra disputariam as 6 vagas restantes num Torneio Eliminatório.

Clubes convidados
Como America, atletico, Cruzeiro e Villa Nova estavam desobrigados de disputar o Torneio Eliminatório, o presidente da FMF, Coronel Jose Guilherme, decidiu convidar outros quatro clubes da divisão de acesso para substituí-los: Atlético (Três Corações), Araguari, Olympic (Barbacena) e Tupynambas (Juiz de Fora).

Desistências de Usipa e Independente
Após a decisão do Usipa de extinguir o seu quadro profissional e, do Independente, de Uberaba, em se licenciar, o presidente da FMF, Coronel José Guilherme, convidou o Nacional de Muriaé e o Atletic, de São João Del Rey para substituí-los no Eliminatório. Este último sequer havia disputado o certame da divisão de acesso de 1969.

Classificados e rebaixados
O Torneio Eliminatório foi disputado entre os meses de março e maio com os 24 times divididos em três chaves de 8 cada. Os dois primeiros colocados de cada chave pelo critério de “média ponderada do número de pontos e das rendas” garantiriam as seis vagas restantes para o Campeonato Mineiro. Os últimos colocados de cada chave foram rebaixados para a Divisão de Acesso e um “torneio de descenso” foi disputado entre os times restantes, à exceção do Democrata de Sete Lagoas, Araxá, Formiga e Villa do Carmo, que tinham direito adquirido por estarem a mais tempo disputando a Divisão Extra.

Aumento no número de clubes
Em 9 de março de 1970, numa reunião dos clubes, ficou decidido o aumento de 10 para 12 participantes no Campeonato Mineiro. Assim, o Uberaba (3º colocado da chave A do Torneio Eliminatório) e o Tupi (5º colocado da chave B do Torneio Eliminatório) também foram classificados pelo critério da média ponderada de pontos ganhos e arrecadações em seus jogos.

Retorno da tabela dirigida
O conselho divisional decidiu retomar o sistema da "tabela dirigida" no Campeonato da Divisão Extra. A “tabela dirigida” consistia na escolha dos dois jogos principais de cada rodada que deveriam ser disputados no estádio de maior capacidade - o Mineirão. Para a escolha dos jogos 1 e 2 somava-se os pontos dos duelistas da rodada. O duelo que somasse o maior número de pontos seria o jogo 1 e o segundo maior o jogo 2. No caso de empate, adotava-se a soma de gols. Persistindo o empate os jogos 1 e 2 eram apontados em sorteio. Nas quatro primeiras rodadas do Campeonato de 1970, a pontuação final do campeonato de 1969 foi considerada. Quando duas equipes do interior jogarem entre si e tiverem classificados como 1 e 2, os jogos obedecerão o mando de campo fixado na tabela (Diario da Tarde, 23/04/1965).

Rebaixados
Caldense, Sete e Tupynambas foram rebaixados para a divisão de acesso, após se classificarem na última posição de suas respectivas chaves no Torneio Eliminatório.

Fim da maior sequencia invicta da história dos estaduais no Brasil
A derrota do Cruzeiro para o America, por 2 a 1, na 4ª rodada, significou o fim da maior sequência invicta da história dos estaduais no Brasil. A última derrota no Campeonato Mineiro havia sido em 3 de setembro de 1967, também para o América, por 2 a 1. Ao todo foram 70 jogos invictos. O Cruzeiro já era detentor da "Taça Invicto" após a vitória sobre o Villa Nova, por 1 a 0, em 1º de setembro de 1968. Na ocasião, o time estrelado havia alcançado a maior sequencia invicta do estadual, desde a instituição da taça em 1963, com 29 jogos sem derrotas superando a marca anterior do atletico, que era de 28 partidas. Até os dias atuais, esta é a maior sequencia invicta dos Estaduais e a Taça Invicto, de posse transitória, jamais saiu da galeria de troféus do Cruzeiro.

sábado, 27 de fevereiro de 2016

ZINHO

Credito da foto: Gazetapress

Carlos Henrique

17/06/1967 Crizam César Oliveira Filho, nasce em Nova Iguaçu, RJ.

20/06/1994 Como atleta do Palmeiras, Zinho estreia no Mundial, na vitória por 2 a 0 da Seleção Brasileira sobre a Russia, em Stanford, nos Estados Unidos. O meiocampista foi titular em todos os jogos da campanha do título mundial de 1994 e teve a companhia do cruzeirense Ronaldo no plantel da Seleção.

08/05/2003 O meiocampista de 35 anos chega ao Cruzeiro indicado por Vanderlei Luxemburgo. O treinador pediu sua contratação para dar experiência ao plantel, que tinha média de idade de 23 anos. Sua outra missão era substituir o meia Martinez, que havia sofrido uma contusão, que o deixaria de fora do restante da temporada. Em sua apresentação oficial na Toca da Raposa, Zinho foi recepcionado pela miss Brasil, Gislaine Ferreira. "Isso mostra a grandeza do Cruzeiro", declarou o jogador sobre a apresentação inusitada. O meiocampista era dono de seus direitos econômicos. Estava em litígio no Palmeiras, após desentender-se com o treinador Jair Picerni.

18/05/2003 Estreia com a camisa estrelada no empate em 1 a 1 contra o Corinthians, pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Mineirão. Ele substituiu o meiocampista Wendell no decorrer do jogo.

25/05/2003 Primeiro jogo como titular na derrota por 2 a 1 para o Vitória, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Barradão. Foi substituído pelo meiocampista Márcio no decorrer do jogo. 

31/05/2003 Primeiro jogo como capitão do time na vitória por 2 a 0 sobre o Criciúma, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Mineirão. Precavido, por causa dos jogos finais da Copa do Brasil, o treinador Vanderlei Luxemburgo decidiu poupar o meiocampista Alex, que era o capitão, e programou sua entrada no segundo tempo. Assim, Zinho foi escolhido para ser o capitão.

27/07/2003 Marca o primeiro gol com a camisa azul. Foi o quinto na goleada por 5 a 2 sobre o Bahia, pelo Campeonato Brasileiro, no Mineirão.

30/11/2003 Conquista o primeiro título pelo Cruzeiro. Com a vitória por 2 a 1 sobre o Paysandu, no Mineirão, Zinho sagra-se campeão brasileiro de 2003 - o quinto de sua carreira. Foi dele o primeiro gol do jogo em cobrança de falta. 

14/12/2003 Disputa seu último jogo pelo Cruzeiro na goleada por 7 a 0 sobre o Bahia, na Fonte Nova, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. Foram 32 jogos e 3 gols com a camisa cruzeirense.

31/12/2003 Deixa o Cruzeiro, após encerrar o contrato. 

*Série: Jogadores do Mundial que Jogaram pelo Cruzeiro

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Cruzeiro x America


Paulo Roberto, Douglas, Euller (América), Luiz Fernando e Luizinho na decisão do Campeonato Mineiro de 1992, no Mineirão

Carlos Henrique

CAMPEONATO BRASILEIRO
24/10/1971 - Cruzeiro 0 x 0 América (Mineirão)
09/09/1972 - Cruzeiro 0 x 0 América (Mineirão)
09/09/1973 - Cruzeiro 1 x 0 América (Mineirão)
01/12/1973 - Cruzeiro 2 x 2 América (Mineirão)
19/05/1974 - Cruzeiro 2 x 2 América (Mineirão)
30/10/1977 - Cruzeiro 2 x 2 América (Mineirão)
02/04/1978 - Cruzeiro 4 x 1 América (Mineirão)
03/10/1998 - Cruzeiro 4 x 1 América (Mineirão)
07/10/2000 - Cruzeiro 1 x 1 América (Lamegão, Ipatinga)
15/08/2001 - Cruzeiro 0 x 3 América (Lamegão, Ipatinga)
18/06/2011 - Cruzeiro 1 x 1 América (Arena do Jacaré, Sete Lagoas)
18/09/2011 - Cruzeiro 0 x 0 América (Arena do Jacaré, Sete Lagoas)
28/05/2016 - Cruzeiro 1 x 1 América (Mineirão)
08/09/2016 - Cruzeiro 2 x 0 América (Horto)

Quadro de goleadores (Campeonato Brasileiro)
2 gols: Arrascaeta, Roberto César (Cruzeiro) e Tucho (América)
1 gol: Dirceu Lopes, Eduardo, Fabrício, Gilberto, Fábio Júnior, Lima, Muller, Nelinho, Oséas, Palhinha, Paulo Luciano, Ramon Abila, Revetria, Ricardinho (Cruzeiro)
1 gol: Dimba, Fábio Júnior, Geraldinho, Geraldo, Maneca, Pedro Omar, Ricardo Mendes, Spencer, Somália, Victor Rangel (America)

COPA CENTRO-OESTE
14/03/1999 - Cruzeiro 3 x 4 América (Mineirão)
21/03/1999 - Cruzeiro 2 x 0 América (Mineirão)
COPA SUL MINAS
26/02/2000 - Cruzeiro 0 x 1 América (Mineirão)
01/03/2000 - Cruzeiro 1 x 2 América (Mineirão)
16/02/2002 - Cruzeiro 7 x 0 América (Mineirão)

Quadro de goleadores:
2 gols: Edilson, Fábio Júnior, Paulo Isidoro, Ricardinho (Cruzeiro); Irenio (America)
1 gol: Alex Alves, Evanilson, Valdo, Vander, Zé Maria (Cruzeiro); Álvaro, Gilberto Silva, Henrique, Pintado, Zé Afonso (America)

CAMPEONATO DA CIDADE
10/07/1921 - Cruzeiro 0 x 2 América (Prado)
30/10/1921 - Cruzeiro 3 x 4 América (Prado)
16/04/1922 - Cruzeiro 2 x 4 América (Prado)
20/08/1922 - Cruzeiro 1 x 1 América (Prado)
05/11/1922 - Cruzeiro 1 x 2 América (Prado)
24/06/1923 - Cruzeiro 1 x 7 América (América)
22/06/1924 - Cruzeiro 1 x 2 América (América)
19/06/1927 - Cruzeiro 4 x 1 América (América)
04/09/1927 - Cruzeiro 4 x 6 América (Barro Preto)
05/08/1928 - Cruzeiro 6 x 4 América (Barro Preto)
09/12/1928 - Cruzeiro 2 x 1 América (Alameda)
07/07/1929 - Cruzeiro 3 x 0 América (Alameda)
08/11/1929 - Cruzeiro 3 x 1 América (Barro Preto)
15/06/1930 - Cruzeiro 4 x 1 América (Barro Preto)
31/08/1930 - Cruzeiro 2 x 0 América (Alameda)
19/06/1932 - Cruzeiro 4 x 2 América (Barro Preto)
25/09/1932 - Cruzeiro 3 x 1 América (Alameda)
13/08/1933 - Cruzeiro 2 x 2 América (Alameda)
29/10/1933 - Cruzeiro 2 x 2 América (Barro Preto)
20/05/1934 - Cruzeiro 2 x 2 América (Alameda)
05/08/1934 - Cruzeiro 4 x 2 América (Barro Preto)
21/04/1935 - Cruzeiro 3 x 4 América (Barro Preto)
09/06/1935 - Cruzeiro 1 x 1 América (Alameda)
05/12/1937 - Cruzeiro 1 x 0 América (Lourdes)
20/02/1938 - Cruzeiro 3 x 1 América (Lourdes)
15/05/1938 - Cruzeiro 1 x 2 América (Alameda)
10/07/1938 - Cruzeiro 2 x 0 América (Barro Preto)
16/10/1938 - Cruzeiro 3 x 0 América (Lourdes)
18/06/1939 - Cruzeiro 0 x 3 América (Alameda)
24/09/1939 - Cruzeiro 1 x 2 América (Alameda)
31/12/1939 - Cruzeiro 2 x 2 América (Lourdes)
30/06/1940 - Cruzeiro 2 x 3 América (Alameda)
01/12/1940 - Cruzeiro 6 x 0 América (Barro Preto)
06/07/1941 - Cruzeiro 4 x 1 América (Barro Preto)
28/09/1941 - Cruzeiro 4 x 3 América (Alameda)
08/02/1942 - Cruzeiro 1 x 4 América (Lourdes)
05/07/1942 - Cruzeiro 1 x 1 América (Barro Preto)
11/10/1942 - Cruzeiro 1 x 0 América (Alameda)
13/06/1943 - Cruzeiro 2 x 1 América (Alameda)
12/09/1943 - Cruzeiro 2 x 0 América (Barro Preto)
30/04/1944 - Cruzeiro 0 x 0 América (Alameda)
06/08/1944 - Cruzeiro 5 x 1 América (Barro Preto)
30/12/1944 - Cruzeiro 3 x 3 América (Lourdes)
12/05/1945 - Cruzeiro 1 x 1 América (Lourdes)
26/08/1945 - Cruzeiro 3 x 2 América (Barro Preto)
18/11/1945 - Cruzeiro 1 x 0 América (Alameda)
28/04/1946 - Cruzeiro 3 x 1 América (Alameda)
16/06/1946 - Cruzeiro 2 x 1 América (Barro Preto)
12/09/1946 - Cruzeiro 1 x 2 América (Lourdes)
29/06/1947 - Cruzeiro 1 x 2 América (Alameda)
31/08/1947 - Cruzeiro 1 x 4 América (Barro Preto)
13/06/1948 - Cruzeiro 1 x 1 América (Barro Preto)
05/09/1948 - Cruzeiro 1 x 2 América (Alameda)
31/10/1948 - Cruzeiro 0 x 2 América (Lourdes)
26/06/1949 - Cruzeiro 0 x 1 América (Barro Preto)
21/08/1949 - Cruzeiro 1 x 2 América (Barro Preto)
09/10/1949 - Cruzeiro 0 x 4 América (Lourdes)
20/08/1950 - Cruzeiro 3 x 1 América (Alameda)
05/11/1950 - Cruzeiro 3 x 3 América (Barro Preto)
26/08/1951 - Cruzeiro 4 x 4 América (Alameda)
16/12/1951 - Cruzeiro 1 x 0 América (Barro Preto)
10/08/1952 - Cruzeiro 3 x 3 América (Barro Preto)
14/12/1952 - Cruzeiro 2 x 3 América (Alameda)
10/05/1953 - Cruzeiro 0 x 1 América (Independência)
16/08/1953 - Cruzeiro 1 x 1 América (Independência)
01/08/1954 - Cruzeiro 2 x 1 América (Barro Preto)
21/11/1954 - Cruzeiro 2 x 1 América (Alameda)
22/01/1955 - Cruzeiro 2 x 1 América (Independência)
24/07/1955 - Cruzeiro 0 x 2 América (Alameda)
30/10/1955 - Cruzeiro 0 x 0 América (Independência)
26/08/1956 - Cruzeiro 5 x 1 América (Independência)
14/04/1957 - Cruzeiro 1 x 1 América (Independência)
20/07/1957 - Cruzeiro 2 x 2 América (Barro Preto)
20/10/1957 - Cruzeiro 1 x 1 América (Alameda)
CAMPEONATO MINEIRO
20/11/1958 - Cruzeiro 2 x 2 América (Independência)
25/01/1959 - Cruzeiro 1 x 1 América (Independência)
05/04/1959 - Cruzeiro 1 x 1 América (Independência)
09/04/1959 - Cruzeiro 1 x 1 América (Independência)
12/04/1959 - Cruzeiro 1 x 3 América (Independência)
27/12/1959 - Cruzeiro 1 x 2 América (Independência)
13/03/1960 - Cruzeiro 2 x 1 América (Independência)
04/09/1960 - Cruzeiro 0 x 1 América (Independência)
04/12/1960 - Cruzeiro 2 x 1 América (Independência)
01/10/1961 - Cruzeiro 0 x 0 América (Barro Preto)
18/03/1962 - Cruzeiro 1 x 2 América (Alameda)
19/08/1962 - Cruzeiro 1 x 1 América (Independência)
09/12/1962 - Cruzeiro 3 x 2 América (Independência)
31/08/1963 - Cruzeiro 0 x 0 América (Independência)
28/10/1963 - Cruzeiro 2 x 0 América (Barro Preto)
30/08/1964 - Cruzeiro 1 x 2 América (Independência)
29/11/1964 - Cruzeiro 2 x 1 América (Independência)
14/08/1965 - Cruzeiro 2 x 1 América (Independência)
23/01/1966 - Cruzeiro 3 x 2 América (Mineirão)
11/09/1966 - Cruzeiro 5 x 1 América (Mineirão)
04/12/1966 - Cruzeiro 1 x 0 América (Mineirão)
03/09/1967 - Cruzeiro 1 x 2 América (Mineirão)
12/11/1967 - Cruzeiro 0 x 0 América (Mineirão)
12/05/1968 - Cruzeiro 2 x 0 América (Mineirão)
18/08/1968 - Cruzeiro 2 x 2 América (Mineirão)
27/04/1969 - Cruzeiro 1 x 0 América (Mineirão)
25/05/1969 - Cruzeiro 2 x 0 América (Mineirão)
12/07/1970 - Cruzeiro 1 x 2 América (Mineirão)
19/08/1970 - Cruzeiro 1 x 2 América (Mineirão)
18/04/1971 - Cruzeiro 1 x 1 América (Mineirão)
10/06/1971 - Cruzeiro 1 x 1 América (Mineirão)
14/05/1972 - Cruzeiro 0 x 0 América (Mineirão)
23/07/1972 - Cruzeiro 2 x 0 América (Mineirão)
16/08/1972 - Cruzeiro 2 x 0 América (Mineirão)
30/08/1972 - Cruzeiro 0 x 1 América (Mineirão)
15/04/1973 - Cruzeiro 0 x 0 América (Mineirão)
06/05/1973 - Cruzeiro 1 x 1 América (Mineirão)
01/08/1973 - Cruzeiro 2 x 0 América (Mineirão)
15/08/1973 - Cruzeiro 1 x 1 América (Mineirão)
06/10/1974 - Cruzeiro 2 x 0 América (Mineirão)
03/11/1974 - Cruzeiro 3 x 0 América (Mineirão)
01/12/1974 - Cruzeiro 3 x 0 América (Mineirão)
04/05/1975 - Cruzeiro 3 x 0 América (Mineirão)
14/06/1975 - Cruzeiro 2 x 0 América (Mineirão)
04/02/1976 - Cruzeiro 2 x 1 América (Mineirão)
18/02/1976 - Cruzeiro 2 x 1 América (Mineirão)
30/06/1976 - Cruzeiro 0 x 1 América (Mineirão)
18/07/1976 - Cruzeiro 1 x 0 América (Mineirão)
22/05/1977 - Cruzeiro 0 x 0 América (Mineirão)
09/07/1977 - Cruzeiro 0 x 1 América (Mineirão)
01/10/1978 - Cruzeiro 0 x 2 América (Mineirão)
03/12/1978 - Cruzeiro 2 x 1 América (Mineirão)
11/02/1979 - Cruzeiro 5 x 0 América (Mineirão)
11/03/1979 - Cruzeiro 1 x 2 América (Mineirão)
20/05/1979 - Cruzeiro 3 x 0 América (Mineirão)
15/07/1979 - Cruzeiro 0 x 2 América (Mineirão)
19/08/1979 - Cruzeiro 2 x 0 América (Mineirão)
05/09/1979 - Cruzeiro 1 x 0 América (Mineirão)
02/11/1980 - Cruzeiro 2 x 2 América (Mineirão)
16/11/1980 - Cruzeiro 1 x 1 América (Mineirão)
14/06/1981 - Cruzeiro 1 x 2 América (Mineirão)
20/09/1981 - Cruzeiro 1 x 1 América (Mineirão)
25/10/1981 - Cruzeiro 2 x 0 América (Mineirão)
15/11/1981 - Cruzeiro 3 x 3 América (Mineirão)
09/09/1982 - Cruzeiro 2 x 1 América (Mineirão)
10/10/1982 - Cruzeiro 2 x 1 América (Mineirão)
24/10/1982 - Cruzeiro 2 x 1 América (Mineirão)
28/11/1982 - Cruzeiro 1 x 3 América (Mineirão)
17/07/1983 - Cruzeiro 0 x 0 América (Mineirão)
18/09/1983 - Cruzeiro 1 x 1 América (Mineirão)
30/10/1983 - Cruzeiro 0 x 0 América (Mineirão)
27/11/1983 - Cruzeiro 0 x 0 América (Mineirão)
09/06/1984 - Cruzeiro 1 x 0 América (Mineirão)
19/09/1984 - Cruzeiro 2 x 1 América (Mineirão)
23/09/1984 - Cruzeiro 2 x 1 América (Mineirão)
04/11/1984 - Cruzeiro 1 x 0 América (Mineirão)
11/08/1985 - Cruzeiro 0 x 0 América (Mineirão)
08/09/1985 - Cruzeiro 2 x 1 América (Mineirão)
18/09/1985 - Cruzeiro 0 x 0 América (Mineirão)
06/10/1985 - Cruzeiro 1 x 1 América (Mineirão)
09/03/1986 - Cruzeiro 0 x 2 América (Mineirão)
20/04/1986 - Cruzeiro 1 x 1 América (Mineirão)
22/03/1987 - Cruzeiro 1 x 2 América (Mineirão)
14/06/1987 - Cruzeiro 1 x 0 América (Mineirão)
06/03/1988 - Cruzeiro 3 x 0 América (Mineirão)
26/06/1988 - Cruzeiro 2 x 2 América (Mineirão)
30/04/1989 - Cruzeiro 2 x 1 América (Mineirão)
25/06/1989 - Cruzeiro 3 x 2 América (Mineirão)
15/07/1989 - Cruzeiro 1 x 0 América (Independência)
11/03/1990 - Cruzeiro 2 x 0 América (Independência)
29/04/1990 - Cruzeiro 2 x 0 América (Mineirão)
03/11/1991 - Cruzeiro 0 x 1 América (Mineirão)
01/12/1991 - Cruzeiro 0 x 0 América (Mineirão)
13/12/1992 - Cruzeiro 3 x 2 América (Mineirão)
20/12/1992 - Cruzeiro 2 x 0 América (Mineirão)
02/05/1993 - Cruzeiro 1 x 3 América (Mineirão)
23/05/1993 - Cruzeiro 0 x 1 América (Mineirão)
10/06/1993 - Cruzeiro 0 x 0 América (Mineirão)
16/06/1993 - Cruzeiro 0 x 0 América (Mineirão)
13/03/1994 - Cruzeiro 2 x 0 América (Mineirão)
08/05/1994 - Cruzeiro 6 x 1 América (Mineirão)
19/03/1995 - Cruzeiro 1 x 1 América (Mineirão)
14/05/1995 - Cruzeiro 1 x 1 América (Mineirão)
03/03/1996 - Cruzeiro 0 x 3 América (Lamegão, Ipatinga)
28/04/1996 - Cruzeiro 2 x 2 América (Independência)
25/06/1996 - Cruzeiro 1 x 2 América (Mineirão)
21/07/1996 - Cruzeiro 1 x 0 América (Mineirão)
23/02/1997 - Cruzeiro 0 x 3 América (Independência)
13/04/1997 - Cruzeiro 2 x 1 América (Mineirão)
31/05/1997 - Cruzeiro 3 x 2 América (Mineirão)
08/06/1997 - Cruzeiro 0 x 1 América (Mineirão)
15/02/1998 - Cruzeiro 1 x 1 América (Mineirão)
09/05/1999 - Cruzeiro 0 x 0 América (Mineirão)
13/06/1999 - Cruzeiro 1 x 1 América (Mineirão)
01/04/2000 - Cruzeiro 1 x 1 América (Mineirão)
13/05/2000 - Cruzeiro 1 x 0 América (Mineirão)
10/02/2001 - Cruzeiro 4 x 1 América (Independência)
21/04/2001 - Cruzeiro 0 x 1 América (Mineirão)
13/05/2001 - Cruzeiro 3 x 1 América (Mineirão)
19/05/2002 - Cruzeiro 0 x 1 América (Mineirão)
08/03/2003 - Cruzeiro 1 x 1 América (Mineirão)
07/02/2004 - Cruzeiro 2 x 2 América (Mineirão)
01/04/2004 - Cruzeiro 2 x 1 América (Mineirão)
04/04/2004 - Cruzeiro 4 x 1 América (Mineirão)
27/02/2005 - Cruzeiro 4 x 0 América (Mineirão)
19/02/2006 - Cruzeiro 1 x 1 América (Mineirão)
04/03/2007 - Cruzeiro 2 x 1 América (Mineirão)
15/03/2009 - Cruzeiro 0 x 0 América (Mineirão)
14/03/2010 - Cruzeiro 3 x 2 América (Mineirão)
27/03/2011 - Cruzeiro 3 x 2 América (Melão, Varginha)
25/03/2012 - Cruzeiro 2 x 1 América (Arena do Jacaré, Sete Lagoas)
22/04/2012 - Cruzeiro 2 x 3 América (Arena do Jacaré, Sete Lagoas)
29/04/2012 - Cruzeiro 1 x 2 América (Arena do Jacaré, Sete Lagoas)
07/04/2013 - Cruzeiro 4 x 1 América (Mineirão)
09/02/2014 - Cruzeiro 2 x 0 América (Mineirão)
22/03/2015 - Cruzeiro 2 x 0 America (Independência)
28/02/2016 - Cruzeiro 1 x 1 América (Mineirão)
16/04/2016 - Cruzeiro 0 x 2 America (Independência)
24/04/2016 - Cruzeiro 0 x 0 America (Mineirão)
12/03/2017 - Cruzeiro 1 x 0 América (Horto)

Total de Jogos pelo Campeonato Mineiro e da Cidade: 214
Vitorias do Cruzeiro: 96
Empates: 64
Vitórias do America: 54
Total de Gols: 613
Gols do Cruzeiro: 352
Gols do America: 261

Quadro de goleadores (Campeonato da Cidade/Campeonato Mineiro)
16 gols: Niginho (Cruzeiro)
14 gols: Ninão (Cruzeiro)
12 gols: Alcides
11 gols: Bengala (Cruzeiro)
7 gols: Dirceu Lopes, Ismael, Palhinha (Cruzeiro)
7 gols: Celso, Petronio (America)
6 gols: Roberto Batata, Tostão (Cruzeiro)
6 gols: Gerson (America)
5 gols: Abelardo, Carlos Alberto, Cleison, Guerino, Nelinho, Raimundinho (Cruzeiro)
5 gols: Murilinho, Osvaldinho (America)
4 gols: Alex, Eudes, Evaldo, Geninho, Hamilton, Joãozinho, Renato Gaúcho, Roberto Cesar, Sabu, Seixas (Cruzeiro)
4 gols: Ernani, Gabardinho, Jair Bala, Manoel, Satiro, Wagner, Zuca (America)
3 gols: Amauri, Armandinho, Braguinha, Carlinhos, Fred, Geovanni, Macalé, Marcelo Ramos, Mauro, Nani, Nogueirinha, Nonô, Pampolini, Paulo, Pelau, Piorra, Tostão II, Zé Carlos (Cruzeiro)
3 gols: Hamilton, Leandro Ferreira, Mateus, Otavio, Rinaldo, Téo (America)
2 gols: Ailton, Aires, Anderson, Borges, Chiquinho, Edemilson, Elmo, Emerson, Ildeu, Jussiê, Lazzarotti II, Leo, Malleta, Orlando, Oséas, Palhinha, Paulo Florêncio, Ramon, Rizzo II, Robson, Savio, Selado, Silva, Wellington Paulista, Wilson Almeida, Zezé (Cruzeiro)
2 gols: Adilson, Alessandro, Alfredinho, Almir, Baiano, Capeta, Carlos Alberto, Cirvoley, Eurico, Fábio Júnior, Fabrício, Fernando, Flávio, Gunga, Hélio, Irênio, Jorivê, Laerte, Lelo, Luiz Carlos II, Madureira, Maneca, Marcio Ananias, Marcondes, Mingueira, Osvaldo, Paulinho Kiss, Ramon, Rocha, Romulo, Saint Clair, Vaguinho, Valsechi, Wilson II (America)
1 gol: Abel, Adriano, Ailton I, Alexandre, Alisson, Anselmo Ramon, Araújo, Arrascaeta, Aureo, Atílio, Barra Mansa, Bobô, Bruno Rodrigo, Calixto, Careca, Ceci, Celso Roberto, Ciccio, Cléber, Cris, Dalmar, Darci, Da Silva, Deivid, Diego Souza, Edmar, Edson, Edu Lima, Eduardo I, Eduardo, Elber, Erivelto, Fabinho, Fábio Júnior, Genilson, Gilberto, Gilson Jader, Guilherme, Hilton Oliveira, Jackson, Jair, Juca, Kieza, Lazzarotti, Leandro Damião, Lima, Luiz Gustavo, Macedo, Marcinho, Marco Antônio, Marcos Teixeira, Mariano, Mario Tito, Natal, Nelio, Nelson, Nerival, Nilo, Norival, Oiti, Paulista, Paulo Isidoro, Pires, Rafael Sóbis, Ricardinho, Roberto Gaúcho, Roger, Ronaldo, Ronaldo Sereno, Rossi, Sorin, Souza, Toninho, Toninho Cerezo, Ueslei, Valdo, Vanderley, Velho, Walter, Zama, Zezinho (Cruzeiro)
1 gol: Adalberto, Aguilar, Airton, Amador, Amauri, Amauri Horta, Apocalipse, Aquiles, Alex Mineiro, Ari, Arilson, Arnauld, Barbatana, Bolivar, Bryan, Caldeira, Camilo, Canhoto, Célio, Celso, Cento e Nove, Claudio Barbosa, Cunha, Curiol, Dario, Dario II, Dirceu Alves, Dodô, Doriva, Dutra, Edgar, Eli Mendes, Edvar, Elgem, Euller, Evanilson, Fabrício Soares, Ferreira, Fred, Gabardo, Gabriel, Gaúcho, Geraldo, Gil, Harvey, Helio, Hugo, Humberto, Jaburu, Jair, Jarbas, Jean Elias, João Batista, Joel, Leandro, Lelei, Leo, Lima, Luis Alberto, Luiz Carlos I, Luiz Carlos Gaúcho, Luiz Cláudio, Marcão, Marcinho, Marco Antônio, Mariola, Mauro, Miguel, Miltinho, Montillo, Mosquito, Nandinho, Negrinhão, Nísio, Noronha, Palhinha, Palhinha II, Paulista, Paulista II, Paulo Lumumba, Pedro Omar, Perez, Picolé, Pipi, Rangel, Reinaldo, Renato, Roberto Mauro, Rodriguinho, Rodrigo, Ruy, Somália, Teixeira, Tepa, Thiago Ribeiro, Tucho, Tupãzinho, Vadinho, Valinho, Victor Rangel, Vito Capucho, Washington, Zé Carlos, Zé Carlos Mérola, Zezé (America)
2 gols contra: Cléber (America) a favor do Cruzeiro
1 gol contra: Antonio, Victorino e Piazza (Cruzeiro) a favor do America; Lucio Mangabeira (America) a favor do Cruzeiro
não tem: 20/08/1922, 22/06/1924, 04/09/1927, 05/11/1922 (1 gol Cruzeiro)

TORNEIOS ALTERNATIVOS
15/04/1951 - Cruzeiro 1 x 3 América/Torneio Municipal (Independência)
03/08/1958 - Cruzeiro 2 x 3 América/Torneio Eliminatório (Lourdes)
07/06/1959 - Cruzeiro 4 x 1 América/Copa Belo Horizonte (Independência)
25/07/1959 - Cruzeiro 4 x 4 América/Torneio Eliminatório (Independência)
23/08/1959 - Cruzeiro 0 x 0 América/Torneio Eliminatório (Independência)
05/05/1960 - Cruzeiro 2 x 1 América/Copa Belo Horizonte (Independência)
28/05/1961 - Cruzeiro 2 x 1 América/Copa Belo Horizonte (Independência)
24/05/1970 - Cruzeiro 1 x 0 América/Taça Belo Horizonte (Mineirão)
11/02/1973 - Cruzeiro 1 x 2 América/Taça Minas Gerais (Mineirão)
14/03/1973 - Cruzeiro 2 x 2 América/Taça Minas Gerais (Mineirão)
16/06/1991 - Cruzeiro 0 x 0 América/Copa dos Campeões Mineiros (Independência)

Total de Jogos Oficiais: 239
Vitórias do Cruzeiro: 106
Empates: 74
Vitórias do América: 60
Total de Gols: 696
Gols do Cruzeiro: 401
Gols do America: 295

AMISTOSOS (jogos não oficiais)
07/09/1922 - Cruzeiro 1 x 1 América (Prado)
20/09/1922 - Cruzeiro 1 x 1 América (Prado)
*14/10/1923 - Cruzeiro 0 x 1 América (Barro Preto)
04/05/1924 - Cruzeiro 0 x 4 América (América)
24/05/1925 - Cruzeiro 2 x 4 América (Barro Preto)
13/05/1927 - Cruzeiro 3 x 6 América (América)
16/10/1927 - Cruzeiro 1 x 3 América (Barro Preto)
21/04/1928 - Cruzeiro 4 x 1 América (Barro Preto)
24/02/1929 - Cruzeiro 4 x 0 América (Barro Preto)
*02/06/1929 - Cruzeiro 5 x 4 América (Alameda)
28/12/1930 - Cruzeiro 2 x 1 América (Alameda)
11/01/1931 - Cruzeiro 4 x 4 América (Barro Preto)
*14/06/1931 - Cruzeiro 3 x 4 América (Alameda)
02/08/1931 - Cruzeiro 0 x 2 América (Alameda)
*27/09/1931 - Cruzeiro 8 x 1 América (Barro Preto)
13/03/1932 - Cruzeiro 3 x 3 América (Alameda)
27/03/1932 - Cruzeiro 4 x 1 América (Barro Preto)
15/04/1932 - Cruzeiro 7 x 2 América (Alameda)
26/05/1932 - Cruzeiro 2 x 2 América (Alameda)
17/07/1932 - Cruzeiro 2 x 1 América (Barro Preto)
24/07/1932 - Cruzeiro 0 x 3 América (Alameda)
07/09/1932 - Cruzeiro 2 x 4 América (Alameda)
11/03/1934 - Cruzeiro 2 x 4 América (Barro Preto)
08/04/1934 - Cruzeiro 2 x 2 América (Barro Preto)
28/10/1934 - Cruzeiro 2 x 3 América (Barro Preto)
11/11/1934 - Cruzeiro 4 x 1 América (Alameda)
28/07/1935 - Cruzeiro 8 x 2 América (Barro Preto)
11/08/1935 - Cruzeiro 4 x 4 América (Alameda)
25/08/1935 - Cruzeiro 4 x 1 América (Barro Preto)
06/10/1935 - Cruzeiro 3 x 0 América (Alameda)
10/11/1935 - Cruzeiro 3 x 2 América (Lourdes)
08/12/1935 - Cruzeiro 1 x 1 América (Barro Preto)
26/04/1936 - Cruzeiro 3 x 2 América (Barro Preto)
*12/07/1936 - Cruzeiro 5 x 2 América (Alameda)
*04/10/1936 - Cruzeiro 1 x 3 América (Barro Preto)
20/12/1936 - Cruzeiro 4 x 4 América (Barro Preto)
04/07/1937 - Cruzeiro 2 x 2 América (Alameda)
11/07/1937 - Cruzeiro 1 x 4 América (Barro Preto)
12/03/1939 - Cruzeiro 0 x 1 América (Alameda)
01/05/1940 - Cruzeiro 3 x 0 América (Alameda)
26/04/1942 - Cruzeiro 6 x 2 América (Barro Preto)
06/12/1942 - Cruzeiro 3 x 3 América (Barro Preto)
13/12/1942 - Cruzeiro 1 x 3 América (Alameda)
20/05/1943 - Cruzeiro 1 x 4 América (Lourdes)
01/08/1943 - Cruzeiro 4 x 0 América (Barro Preto)
02/01/1944 - Cruzeiro 2 x 1 América (Barro Preto)
27/02/1944 - Cruzeiro 0 x 2 América (Barro Preto)
*25/06/1944 - Cruzeiro 3 x 3 América (Barro Preto)
04/07/1944 - Cruzeiro 2 x 1 América (Lourdes)
29/10/1944 - Cruzeiro 2 x 1 América (Barro Preto)
11/11/1944 - Cruzeiro 0 x 3 América (Alameda)
21/12/1944 - Cruzeiro 2 x 3 América (Lourdes)
04/02/1945 - Cruzeiro 3 x 1 América (Alameda)
28/03/1945 - Cruzeiro 2 x 0 América (Lourdes)
30/05/1945 - Cruzeiro 1 x 1 América (Alameda)
15/05/1947 - Cruzeiro 0 x 0 América (Alameda)
03/07/1947 - Cruzeiro 3 x 1 América (Barro Preto)
06/11/1947 - Cruzeiro 3 x 4 América (Barro Preto)
16/11/1947 - Cruzeiro 2 x 2 América (Alameda)
29/01/1948 - Cruzeiro 2 x 1 América (Barro Preto)
03/04/1948 - Cruzeiro 0 x 2 América (Barro Preto)
10/04/1948 - Cruzeiro 0 x 0 América (Barro Preto)
09/01/1949 - Cruzeiro 1 x 1 América (Alameda)
20/02/1949 - Cruzeiro 2 x 0 América (Barro Preto)
23/03/1949 - Cruzeiro 1 x 1 América (Alameda)
18/04/1949 - Cruzeiro 2 x 1 América (Alameda)
12/04/1950 - Cruzeiro 3 x 2 América (Barro Preto)
04/03/1951 - Cruzeiro 1 x 3 América (Alameda)
08/04/1951 - Cruzeiro 1 x 3 América (Alameda)
05/12/1951 - Cruzeiro 1 x 2 América (Alameda)
02/04/1952 - Cruzeiro 2 x 0 América (Barro Preto)
17/04/1952 - Cruzeiro 3 x 1 América (Alameda)
08/05/1952 - Cruzeiro 2 x 1 América (Barro Preto)
29/06/1952 - Cruzeiro 5 x 1 América (Independência)
12/07/1953 - Cruzeiro 1 x 2 América (Independência)
23/01/1954 - Cruzeiro 4 x 1 América (Barro Preto)
30/05/1954 - Cruzeiro 0 x 0 América (Alameda)
16/06/1955 - Cruzeiro 1 x 2 América (Alameda)
19/06/1955 - Cruzeiro 1 x 1 América (Barro Preto)
13/01/1956 - Cruzeiro 1 x 2 América (Alameda)
17/01/1956 - Cruzeiro 0 x 2 América (Barro Preto)
18/03/1956 - Cruzeiro 1 x 1 América (Barro Preto)
08/04/1956 - Cruzeiro 2 x 2 América (Alameda)
31/01/1957 - Cruzeiro 3 x 2 América (Independência)
08/09/1957 - Cruzeiro 2 x 2 América (Barro Preto)
12/09/1957 - Cruzeiro 0 x 1 América (Alameda)
30/10/1957 - Cruzeiro 1 x 1 América (Alameda)
29/04/1958 - Cruzeiro 3 x 3 América (Alameda)
19/03/1959 - Cruzeiro 0 x 3 América (Independência)
29/10/1959 - Cruzeiro 1 x 4 América (Barro Preto)
01/11/1959 - Cruzeiro 2 x 1 América (Independência)
28/11/1959 - Cruzeiro 1 x 2 América (Alameda)
11/06/1961 - Cruzeiro 3 x 2 América (Independência)
29/04/1962 - Cruzeiro 3 x 3 América (Alameda)
27/05/1962 - Cruzeiro 0 x 3 América (Independência)
13/03/1963 - Cruzeiro 1 x 1 América (Barro Preto)
24/03/1963 - Cruzeiro 1 x 1 América (Alameda)
26/06/1963 - Cruzeiro 0 x 1 América (Alameda)
06/06/1964 - Cruzeiro 0 x 0 América (Alameda)
11/06/1964 - Cruzeiro 1 x 0 América (Barro Preto)
05/05/1965 - Cruzeiro 2 x 1 América (Independência)
17/06/1965 - Cruzeiro 0 x 1 América (Independência)
27/03/1966 - Cruzeiro 4 x 3 América (Mineirão)
19/04/1966 - Cruzeiro 2 x 4 América (Mineirão)
26/05/1966 - Cruzeiro 2 x 1 América (Mineirão)
16/08/1981 - Cruzeiro 0 x 5 América (Mineirão)
17/08/1993 - Cruzeiro 0 x 1 América (Independência)
22/07/1995 - Cruzeiro 1 x 1 América (Independência)
*jogo pelo Campeonato da Cidade que foi anulado e transformado em amistoso.

Total de amistosos (jogos não oficiais): 108
Vitórias do Cruzeiro: 40
Empates: 30
Vitórias do América: 38
Total de Gols: 425
Gols do Cruzeiro: 220
Gols do America: 205

Artilheiro Geral do confronto: Niginho (Cruzeiro) com 48 gols